(19) 3877-2579 [email protected]
Escolha uma Página

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a dependência química é um “estado psíquico e algumas vezes físico resultante da interação entre um organismo vivo e uma substância, caracterizado por modificações de comportamento e outras reações que sempre incluem o impulso em utilizar a substância de modo contínuo ou periódico, com a finalidade de experimentar seus efeitos psíquicos e, algumas vezes, de evitar o desconforto da privação”. 

Portanto, a dependência química jamais pode ser vista como frescura ou tratada com negligência pela população. Afinal, ela é uma doença que, muitas vezes, é caracterizada por diversos problemas (inclusive, psicológicos). Sendo assim, o dependente usa drogas como uma forma de refúgio e para não precisar encarar a realidade que precisa enfrentar naquele momento.

Nesse sentido, muitas pessoas buscam alternativas e procuram informações sobre como parar de usar droga e deixar o vício. Vamos entender mais sobre essa temática? Continue conosco!

Existe cura para a dependência química?

A dependência química é considerada uma doença. Por conta disso, muitas pessoas pensam que ela tem cura, talvez por conviverem com dependentes que conseguiram se livrar do vício.

No entanto, precisamos ressaltar que a dependência química não tem cura. O que existe é tratamento — que deve ser realizado durante a vida inteira. Afinal, mesmo que o paciente se submeta aos melhores tratamentos e consiga, finalmente, largar o vício, precisa de um acompanhamento contínuo para não ter uma recaída.

Dessa forma, a terapia contínua se faz necessária, como uma forma de prevenir  que o dependente volte a usar drogas em algum momento, mesmo depois que concluiu com sucesso o seu tratamento. 

Nesse sentido, quanto antes o paciente entender a sua realidade e compreender que precisa de ajuda, melhor. Assim, é possível ter uma vida normal, tranquila e (muito importante) longe das drogas.

Dúvidas?

Entre em contato por nosso WhatsApp!

Existe algum remédio para a dependência química?

Outra dúvida comum das pessoas que estão procurando alternativas para parar de usar drogas é com relação à medicação. Existe algum remédio para a dependência química?

Infelizmente, não. Não há nenhuma receita milagrosa de um comprimido que você vai tomar e ficar longe das drogas (bom se fosse, certo?). No entanto, durante o processo de cura e no tratamento, o médico responsável pelo acompanhamento do dependente pode receitar uma série de remédios para aliviar os seus desconfortos e tratar algumas enfermidades relacionadas.

Por exemplo, vamos imaginar que um dependente químico está com depressão. Nesse caso, além de todo o tratamento em uma clínica especializada, o médico pode recomendar o uso de antidepressivos. No entanto, vale ressaltar, novamente: o médico especialista é o único responsável por medicar o paciente.

Isso porque ele conhece a sua história e realizou uma série de exames importantes para conferir se há a necessidade do uso de medicamentos. Afinal, ele precisa ter a certeza de que aquela medicação, de fato, ajudará o paciente — e não terá um efeito contrário no seu tratamento.

Por isso, não tenha dúvidas: não há como sair por aí tomando remédios para o tratamento da dependência química. Somente um médico especializado e responsável pelo paciente poderá indicar o melhor tratamento.

Como parar de usar droga?

Parar de usar drogas sozinho é uma tarefa complexa e que, normalmente, não apresenta bons resultados, principalmente a longo prazo. Não estamos dizendo isso para desanimar ninguém, pois sabemos que, muitas vezes, o próprio indivíduo tem a vontade e quer realizar esse processo sozinho.

No entanto, estamos trazendo essa reflexão para você compreender que o melhor tratamento para parar de usar drogas é a internação em uma clínica especializada no assunto.

Afinal, a maneira mais eficaz para o dependente se livrar deste vício é através de um tratamento qualificado. Além disso, o tratamento é único e personalizado para a realidade daquele dependente.

Sendo assim, é necessário realizar os exames adequados para avaliar a saúde geral do paciente, entendendo em qual situação o seu estado físico e emocional se encontram. Além disso, é preciso avaliar o caso com muito amor e envolvimento para, posteriormente, propor o tratamento adequado. 

Dessa forma, isso só poderá ser realizado de forma eficaz com um acompanhamento multidisciplinar (que pode contar com médicos, terapeutas, psicólogos, psiquiatras, nutricionistas, enfermeiros, dentre outros). Afinal, cada especialidade é responsável por uma etapa fundamental no processo de uma vida sem drogas.



Precisa de ajuda?

A Clínica Huxley oferece tratamento para dependência química como álcool e drogas e também tratamento para depressão



Qual é a melhor clínica que ajuda a parar de usar droga?

Agora que você aprendeu um pouco mais sobre o que é bom para parar de usar drogas, deve estar se perguntando: qual é a melhor clínica que ajuda nesse processo?

A Clínica de Recuperação Huxley oferece um tratamento de excelência para todos os seus pacientes. Nós, da Huxley, somos especializados em propor o melhor tratamento para deixar o vício, sempre baseado no amor ao próximo.

Além disso, a Clínica de Recuperação Huxley é um dos maiores e mais completos centros de diagnósticos, tornando-se referência em todo Brasil no tratamento de dependência e depressão.

Quais são os tipos de tratamentos que a Clínica de Recuperação Huxley oferece?

A Clínica de Recuperação Huxley utiliza os métodos mais consagrados da comunidade científica internacional e de comunidades terapêuticas de todo o mundo para a recuperação de seus pacientes. Atualmente, oferece três tipos de tratamentos:

  • dependência química: caracterizada pelo uso compulsivo de drogas diversas;
  • alcoolismo: caracterizada pelo uso abusivo do álcool;
  • depressão: caracterizada pelo desânimo e pela perda do interesse pela vida.

Na fase inicial do tratamento, o paciente passa por uma desintoxicação medicamentosa e completa. Para isso, a equipe multidisciplinar fará uma avaliação completa do paciente para definir um plano de tratamento. 

Lembrando que todo e qualquer tratamento é realizado de forma personalizada e individual, visando atender as reais necessidades daquele indivíduo. 

As principais atividades realizadas durante o tratamento incluem: reunião diária de alcoólicos e/ou narcóticos anônimos, reunião diária de espiritualidade, (falamos de um deus amoroso, sem religião específica), atividades esportivo-recreativas, terapia ocupacional (laborterapia) e videoterapia.

Gostou de aprender mais sobre o que é bom para parar de usar drogas? Se sim, aproveite e leia também: o que fazer quando o paciente recusa o tratamento? Boa leitura!

0 0 votes
Article Rating