TRATAMENTOS

Para quem dedicamos nossos tratamentos

Hoje a Clínica Huxley possuiu tratamentos para dependentes químicos (álcool e drogas) e depressão. Utilizando métodos consagrados da comunidade científica internacional e também de comunidades terapêuticas de todo o mundo, para a recuperação de seus pacientes.

Com o crescimento alarmante do número de dependentes químicos, foi desenvolvido um projeto terapêutico adaptando as necessidades específicas de cada faixa etária e sexo, afetada pela adicção, ou seja, o paciente é avaliado pela equipe multidisciplinar e será elaborado um programa de tratamento específico para ele. Com linguagem e conteúdo direcionado, objetivando o resgate social e comportamental destes indivíduos.

Equipe

A equipe que responsável pelo tratamento é composta por:

 

  • Médico Psiquiatra
  • Psicólogos
  • Terapeutas
  • Enfermeiros padrão e Auxiliares de enfermagem
  • Educador Físico
  • Coordenadores e monitores de unidade

Metodologia e Diagnóstico

Na fase inicial do tratamento o paciente passará por desintoxicação medicamentosa, a equipe multidisciplinar fará avaliação completa do paciente para definir um plano de tratamento, que é individual para cada paciente.

A Clínica Huxley é uma das únicas que efetua avaliações modernas utilizando recursos de neuro-imagem, mapeamento cerebral e avaliação neuropsicológica sem as quais o tratamento da dependência química fica impossibilitado.

Na ausência destas avaliações, uma família pode se submeter ao stress de internações contínuas de seu familiar com pouco ou nenhum resultado, pois não é reconhecido o quadro neuropsiquiátrico de base.

As drogas vendidas nas ruas , além de seus efeitos previsíveis no organismo, produzem também efeitos imprevisíveis. Isto acontece devido ao grande número de substâncias que são adicionadas a droga para “batizar“, isto é, aumentar o volume da droga, simular seus efeitos com medicações e outras substâncias tóxicas adicionadas às já perigosas drogas existentes.

Admissão

Após a admissão do paciente, é feito em uma unidade “Detox“, com vigilância constante, aferição de sinais vitais, eletrocardiograma, eletroencefalograma, exames de laboratório e outros que se fizerem necessários.

O que não se informa normalmente é que, a abstinência (quando se para a ingestão de drogas e/ou álcool) é um momento extremamente crítico e o mais perigoso do processo terapêutico.

Cuidado! O número de complicações e riscos de internar uma pessoa sem os cuidados acima é altíssimo e, muitas vezes pode ser fatal.

Por exemplo, um usuário de Crack que esta usando continuamente a droga sem dormir e sem alimentar-se pode estar com seus componentes sanguíneos e nutrientes alterados. Sem os cuidados adequados, esta pode ser uma situação de alto risco. Sem uma sedação leve o risco de agressões e suicídio é muito elevado, pois o paciente muitas vezes esta irritado, muito depressivo e com forte anseio pela droga.

Outro exemplo, no caso do uso predominante de álcool, quando na abstinência, o risco de crises convulsivas e distúrbios hemodinâmicos pode chegar facilmente ao óbito, se não tratados adequadamente.

Exames

Conheça diversos exames realizados durante a internação, cada paciente fará ou não os exames baseado na análise do médico residente.

Eletrocardiograma

O uso de álcool e drogas pode causar várias doenças cardíacas que devem ser diagnosticadas e tratadas, muitas delas com urgência. Além da ausculta cardíaca, o eletrocardiograma é um valioso instrumento de avaliação, que pode salvar vidas e evitar complicações futuras. 

O uso de drogas está fortemente ligado a hipertensão arterial, arritmias e infartos. Muitas vezes estes sintomas estão “silenciosos” pela ação anestésica da própria droga. 

Nossa orientação:
Não interne usuários de longa data,  com mais de 30 anos ou com histórico de problemas cardíacos (pessoais ou na família) em locais nos quais uma avaliação adequada não seja feita.

Mapeamento Cerebral

O EEG é utilizado para diagnosticar a presença de qualquer tipo de distúrbio convulsivo, confusão, traumatismos cranianos, tumores cerebrais, infecções, doenças degenerativas e distúrbios metabólicos que afetem o cérebro. É também utilizado para avaliar distúrbios do sono e para investigar períodos de inconsciência. O procedimento não é capaz de “ler a mente”, medir o grau de inteligência nem de diagnosticar uma doença mental. 

Este equipamento ainda pode sugerir lesões por drogas e até mesmo antecipar problemas graves cerebrais presentes em grande número de usuários.

Avaliação Neuropsicológica

Nossos psicólogos estão habilitados a avaliar, por meio de testes psicológicos, as funções básicas do funcionamento cerebral dos nossos pacientes.

Avaliação neuropsicológica é de suma importância para efetuar um projeto terapêutico, isto é, como vamos agir após a alta do paciente.

Por exemplo, drogas sintéticas prejudicam muito a memória do paciente mas não outras funções do cérebro. Portanto, não vale a pena investir em um curso de aprendizagem de língua estrangeira enquanto o problema não for sanado, por exemplo.

Por outro lado , há provas de que o exercício físico intenso pode melhorar o funcionamento global do cérebro, inclusive da memória.

Exemplo 2 : O “Transtorno de Hiperatividade com Deficit de Atenção“ é um problema psiquiátrico que não compromete a inteligência, mas, compromete a capacidade de iniciar e finalizar uma tarefa.

Por serem pessoas com muita energia, mas com muitas frustrações devido ao THDA, acabam usando drogas, muitas vezes sem saber que são portadores desta disfunção.
Este transtorno é diagnosticado pela avaliação neuropsicológica.

A avaliação neuropsicológica é capaz de fornecer de forma precisa o nível de alterações cerebrais apresentadas, principalmente pelo uso crônico de maconha.

Diagnóstico Psiquiátrico

Um grande número de pacientes, principalmente os que possuem histórico de re-internação (múltiplas internações). São classificados como portadores de comorbidades.

 

Mas o que são comorbidades?

Comorbidades são transtornos psiquiátricos que existiam antes do uso de drogas ou que sugiram pelo uso das mesmas.

 

São exemplos de comorbidades :

O já referido Transtorno de Hiperatividade com “Deficit” de Atenção, Transtornos Afetivos Bipolares, Depressões, Síndrome do Pânico, Bulimia, Psicoses, Transtornos de Personalidade (contamos com método Canadense que avalia a gravidade deste transtorno ), Alterações de Personalidade devido a Lesões Cerebrais e outros mais raros.

 

As comorbidades devem ser diagnosticadas segundo critérios CID X (Código Internacional de Doenças, Décima Revisão), com código próprio.

 

Nossa sugestão: não internar ou tratar familiares sem saber se existem estes problemas e se eles estão sendo diagnosticados e tratados. Sem tratamento para estes transtornos, a recuperação pode ficar impossível.

O diagnóstico da comorbidade tem importantíssima importância no caso de cobrança de dívidas, transações comerciais efetuadas por doentes e previdência (INSS).

Avaliação Nutricional e Educação Física

A alimentação do paciente internado é elaborada com supervisão de nutricionista habilitada, podendo os familiares acompanharem o ganho / perda de peso do paciente.
Estamos aptos a efetuar dietas especiais para aumento ou redução de peso, para diabéticos, para portadores de problemas renais ou digestivos.

A atividade física é importante aliado na recuperação dos nossos clientes. Muitos deles relatam que a atividade física foi fator fundamental em sua recuperação.

Estimulação Magnética Transcraniana

Contamos com moderno aparelho soviético de neuromodulação. Este é um novíssimo tratamento, aprovado para uso no Brasil para tratamento de psicoses e depressões .

No caso de dependentes de substâncias este é um tratamento muito vantajoso por tratar transtornos psiquiátricos sem o uso de qualquer medicação.
O tratamento é indolor, bastante seguro e muito promissor para evitar, segundo estudos recentes, o anseio por cocaína, se bem que, para este fim específico, mesmo com resultados brilhantes em pesquisas, por razões burocráticas, ainda não está ainda aprovado em nosso meio.

Atividades Realizadas Durante o Tratamento

  • Reunião diária de Alcoólicos e/ou Narcóticos Anônimos.
  • Reunião diária de espiritualidade, (falamos de um deus amoroso, sem religião especifica).
  • Atividades esportivo-recreativas.
  • Terapia ocupacional (laborterapia).
  • Vídeo-terapia..

 

Natureza do nosso Trabalho

Contamos com equipe de saúde completa, aliada a coordenadores e monitores, veteranos de grupos de Narcóticos e Alcoólicos anônimos.
Nosso espírito de trabalho é aliar a experiência de veteranos de N.A. com modernos recursos médicos e psicológicos, eliminando possíveis rivalidades, mas sim somando forças para tratar o complexo fenômeno da dependência de substâncias.

Nós ligamos pra você!