(19) 3877-2579 [email protected]

Para o nosso corpo e nosso cérebro, qualquer experiência nova é muito bem-vinda, vindo ela de uma droga ilícita ou de uma boa experiência vivida. Isso faz com que nosso corpo gere serotonina (hormônio da felicidade) que é reconhecido como um tipo de recompensa para nosso sistema nervoso central e se estimulado com frequência por drogas ilícita ou experiência vividas, cria-se um dependência e desenvolve a compulsão. Nessa matéria, acompanhe qual a relação de drogas e compulsão.

O que é compulsão?

A compulsão é a necessidade e desejo incontrolável de fazer algo mesmo que pareça desnecessário ou prejudicial, como por exemplo o uso compulsivo de álcool e drogas, fumar, cheirar cocaína, perder casa em jogo de baralho, comer demais, faz sexo sem parar, comprar o que não pode pagar e levantar peso compulsivamente nas academias.

Toda vez que o cérebro é submetido a estímulos repetitivos carregados de conteúdo emocional, os circuitos de neurônios envolvidos em sua condução se modificam para tentar perpetuar a sensação de prazer obtida.

Dependência X Compulsão

Quando falamos em dependência, automaticamente relacionamos com a dependência química. Isso, porque a maior compulsão vem de drogas ilícitas e do desespero pelo usuário de conseguir. Toda vez que a dependência química se junta com compulsão, o usuário tendem a usar cada vez doses maiores de drogas e com mais frequência o que gera dependência química com compulsão, que caso não tratada corretamente pode levar uma pessoa ter uma overdose e até a morte.

“A cocaína, por exemplo, droga de uso altamente compulsivo, causa síndromes de abstinência relativamente discretas, desde que o usuário não entre em contato com a droga ou com alguém sob o efeito dela. Apesar de causar dependência, a maconha muitas vezes é consumida esporadicamente, sem que o usuário apresente crises de abstinência dignas de nota. Doentes que tomam morfina para combater dores fortes, em menos de 3% dos casos, desenvolvem obsessão pelo medicamento quando as dores pararam”, afirma o Dr. Drauzio Varella.

Procure ajuda

Uma vez que acreditamos que é possível mudar, que é possível ser diferente, você consegue ter forças para isso. É necessário mudar uma série de coisas para que primeiramente você consiga para com dar o primeiro passo. 

Muitas vezes, devido ao consumo do álcool e/ou droga, o usuário coloca em risco aspectos importantes de sua vida, tais como família, emprego, saúde. Além disso pode não perceber os problemas decorrentes deste uso ou mesmo negá-los. Nesses momentos, não é raro os membros da família apresentarem sentimentos de raiva ou impotência frente ao usuário ou a situação.

Essas ocasiões deveriam se transformar em buscas de ajuda em lugares especializados, é sua vida ou de seu ente querido que está em jogo.

Não se entrega para suas compulsões. O tratamento é a melhor estratégia para você sair disso. Precisa de ajuda? Ligue para (19) 3877-2579 ou se preferir clique aqui que ligamos para você!

Nós ligamos pra você!