(19) 3877-2579 [email protected]

A cocaína é uma droga de grande facilidade de ser encontrada e de fama e comercio mundial. O tráfico desse tipo de substância é o mais lucrativo no mundo das drogas ilegais.

O uso de substâncias químicas causa dependências físicas e psíquicas com quadros muitas vezes irreversíveis. A cocaína por exemplo, é uma drogas que podem destruir a vida de quem consume e de suas famílias devido aos seus efeitos e a dependência rápida que o usuário desenvolve. Além disso a cocaína é a droga que mais causam overdose no mundo. Cada vez mais, é fácil de encontrar novos usuários da substância, de diferentes idades, sexos e classes sociais.

Essa droga tem altas chances de vícios. O substância também pode contribuir para o aumento de consumo de bebidas alcoólicas, e o álcool pode aumentar o desejo de álcool e vise versa, podendo ter ainda mais consequências para o alcoolismo.

Separamos alguns fatores que você deve ficar atento para a dependência química da cocaína. Confira.

Efeitos da cocaína

A cocaína geralmente é ingerida pela narina em forma de pó. Ela chega ao cérebro rapidamente e seus efeitos podem ser sentidos em segundos.

Os efeitos físicos a curto e longo prazo são:

  • Aumento da frequência cardíaca
  • Aumento da temperatura corporal
  • Aumento da frequência respiratória
  • Aumento da transpiração
  • Tremor leve
  • Contrações musculares involuntárias (língua e mandíbula)
  • Tiques
  • Dilatação da pupila (midríase)
  • Urgência de urinação
  • Hiperglicemia
  • Salivação intensa e com textura grossa
  • Dentes anestesiados.

Os efeitos psíquicos a curto e longo prazo são:

  • Aceleração do pensamento
  • Inquietação psicomotora
  • Aumento do estado de alerta
  • Insônia
  • Inibição do apetite
  • Labilidade do humor
  • Sensação de poder
  • Ausência de medo
  • Ansiedade
  • Agressividade
  • Delírios.

Todos estes efeitos em longo prazo são presenciados em diversos usuários. Entanto isso não significa que todos os efeitos devem surgir no mesmo individuo ou de maneira constante.

É possível ter overdose de cocaína?

A overdose é considerada uma complicação aguda da cocaína e coloca a saúde em grande risco. Essa sobrecarga é definida como a falência de um ou mais órgãos e caracteriza-se por arritmias cardíacas, convulsões epilépticas generalizadas e depressão respiratória com asfixia. De acordo com o especialista Matheus, a reação depende do organismo de cada indivíduo e da pureza da substância. Os efeitos em altas doses da droga podem causar:

  • Convulsões
  • Depressão neuronal
  • Alucinações
  • Paranóia (geralmente reversível)
  • Taquicardia
  • Mãos e pés adormecidos
  • Depressão do centro neuronal respiratório
  • Depressão vasomotora
  • Morte.

Tratamentos para os dependentes da cocaína

O tratamento para a dependência por cocaína, é feito por uma série de passos. Os efeitos colaterais à saúde dependerão da quantidade de substância consumida pelo usuário e a quantidade de tempo que se usa tal substância. Por isso, o passo mais importante é procurar uma Clínica de Reabilitação Especializada. Na Clínica, os profissionais vão realizar um série de exames para ver o tipo do tratamento a ser seguido.

Na maioria dos casos é possível ter a recuperação é melhoras intensas, especialmente quando há ajuda da família e pessoas queridas, porém alguns casos, pode haver sequelas irreversíveis para os usuários.

No processo de tratamento o auxilio de profissionais tem extrema importância nesse processo. O acompanhamento de pessoas qualificadas vai determinar a duração e resultado.

Quanto mais rápido se inicia o tratamento de cocaína, mais rápido será a recuperação e menor o risco de danos a saúde. Procure ajuda o mais rápido possível, assim que o problema for identificado. Nós podemos te ajudar!

Nós ligamos pra você!