(19) 3877-2579 [email protected]
Escolha uma Página

Olá, Estou aqui com vocês junto ao Correio Nogueirense para nosso Papo Reto sou Alexandre Castanheira da Clínica Huxley.

Reinserção Social, o que é?

Tem clínicas que à partir do quarto mês começam a dar saída para os pacientes ficarem em casa, voltar a clínica e dar continuidade a todo trabalho e todas as dificuldades que teve.. e tal. E tem uma boa parte dos pacientes que não voltam para concluir o tratamento.

No quinto mês novamente permitem outra saída, seria mais ou menos a mesma coisa para poder finalizar o tratamento. Eu não adoto e não gosto desta medida, dessa forma de trabalhar. Tem quem gosta, tem quem faz, mas eu prefiro dar continuidade no tratamento dentro da clínica.

Por que?

Eu tenho na cidade uma casa de reinserção social, que fica aqui do lado do meu escritório, são de 10 à 15 dias de reinserção social.

Então eles irão frequentar os grupos anônimos, frequentar igrejas de sua escolha e no período que não tiverem nenhuma atividade, eles estarão fazendo reuniões de programas de 12 passos, de espiritualidade, ou seja, o que eles praticaram durante o tempo de tratamento dentro da chácara, chegando na cidade é preciso participar aqui também.

Em seguida passeios na lagoa, passeio na cidade, eles podem sair para comer um lanche, e é uma forma de eu começar a dar dinheiro na mão deles, e eles saberem quanto vale o dinheiro.

Tem dado muito certo e isso eu nunca deixei de fazer, eu sempre acreditei na casa de reinserção social no final do tratamento. Os pacientes gostam disso, pois quando eles retornam ao lar, eles não tem aquele medo de ter que sair, por o pé na rua e começar uma vida nova.

Eles tem a oportunidade de saber, como é bom viver sóbrios, na rua com todas as possibilidade, inclusive usar drogas.

Com isso eles saem bem concientes e bem fortes, para aquilo que eles precisam enfrentar.

Gosto muito deste trabalho de reinserção social, por que eu como teraupêuta, que fico por trás deste tratamento, eles nos procuram para tirar dúvidas, compartilhar os acontecimentos, o que já muda um pouco a história por estarem na rua, e eu tenho a oportunidade de orientá-los para eles darem continuidade.

Então nossa alta ela é bem complexa dentro de um processo de tratamento. E eu tenho uma frase que gosto de repetir para os pacientes em alta na frente da família!

Como sei que contínuo em recuperação?

Imagina que estamos andando de carro, para saber a velocidade que estamos, é preciso olhar para o velocímetro, e na recuperação é em cima de reuniões que verificamos.

Se estou participando de poucas reuniões, é porque ainda não estou bem de recuperação. Mas se estou frequentando bastante, participando, falando dessa vida nova que estou levanto, é porque estou bem com a recuperação.

E a prática junto com a família, junto com a sociedade, no trabalho, ele tem que se ocupar. Não deve voltar para casa e tirar férias da recuperação!



Rotina de uma Clínica de Recuperação



Por que aqui eles não abrem geladeira, eles tem uma disciplina correta, eles não mudam canal de televisão, existem os coordenadores que fazem tudo isso colocando limites, tempo de assistir televisão, tempo para tudo. Eles devem seguir o cronograma montado desde a hora que levanta até ir dormir.

Eles terminam o tratamento com uma disciplina muito boa, com bons hábitos, com limites. Coisas que eles haviam perdido, trocando a noite pelo dia como exemplo.

Dentro da clínica existe horário para deitar, para dormir e para acordar. Não tem essa de trocar a noite pelo dia, não existe flexibilidade nas regras que implementamos aqui para o processo. Isso é a Reinserção Social.

Nós podemos ajudar!

Somos uma clínica de recuperação especializada em remoção de pacientes de forma voluntária e involuntária.


0 0 vote
Article Rating