(19) 3877-2579 [email protected]

Se sentir tímido em um ambiente novo ou cheio de pessoas, ter que falar em público e se apresentar é muito comum. Muitas pessoas confundem timidez com fobia social. A fobia social também conhecido como transtorno ansioso social é Reconhecida pela Organização Mundial da Saúde como um transtorno psicológico e um Transtorno de Ansiedade, no qual a pessoa se sente ansiosa em situações sociais, com a sensação de estar sendo observada e avaliada negativamente pelos outros. O grau de ansiedade muitas vezes é tão intenso que pode gerar um ataques como o de pânico.

Esse transtorno é um dos distúrbios de ansiedade mais comuns no mundo. Cerca de 3,5% a 16% da população mundial sofre com a fobia social. Apesar do fato de existir em grande quantidade, a Fobia Social deve ser tratada o quanto antes, principalmente quando a timidez excessiva. A falta do tratamento adequado, pode fazer com que a pessoa chegue a ponto de cortar os relacionamento social, prejudicando sua vida. A fobia social também, quando não tratada, pode contribuir para o desenvolvimento de problemas como depressão, abuso de álcool e drogas e outros quadros ansiosos.

Nesse artigo, vamos te explicar as causas, sintomas e tratamentos. Confira.

Causas de Fobia Social

Esse tipo de transtorno, geralmente se inicia bem cedo, na adolescência. Mais a casos que podem se iniciar na infância e vida adulta. Como acontece com a maioria dos transtorno mentais, a fobia social é iniciada por alguns fatores internos e emocionais da pessoa afetada e também temas externos como desafios e obstáculos e até mesmo metas propostas.

Suas principais causas:

– Traumas:
Pessoas que sofreram na infância ou em algum momento da vida bullying, humilhações, xingamentos e ofensas ou ridicularizações públicas, são bem mais propensas a sofrerem o distúrbios. Assim como vitimas de problemas traumáticos como problemas familiares e abusos sexuais durante infância e adolescência.
– Hereitariedade:
É comum pessoas da mesma família sofrem desse distúrbio ou apresentarem qualquer sinal de ansiedade. Mesmo que até hoje, não há nada comprovado sobre isso.
– Temperamento:
Crianças e Adolescentes mais tímidos provavelmente são propícios a sofrerem desse distúrbio. Ter dificuldades em intervir e fazer novos amigos, são alguns desses sintomas.
– Estrutura cerebral:
Pessoas que possuem amígdala cerebelos, que são as responsáveis pelas nossas emoções, mais hiperativa, são as de maiores chances de sentirem ansiedade e logo fobia social.
– Sentimento de não aceitação a si mesmo:
A não aceitação de si próprio, principalmente esteticamente ou devido alguma doença física, aumenta as chances da pessoa desenvolver esse transtorno.
– Novos desafios:
Novas demandas de trabalho, escola ou faculdade, como interagir com pessoas e falar em público, são demandas que podem desencadear os sintomas de fobia social.

Sintomas:

Humor: Angústia e medo irracional de se relacionar com outras pessoas e ser julgado por elas, tristeza e necessidade de fuga de ambiente sociais.
Sono: Pode alterar entre dormir demais ou ter dificuldades em adormecer.
Corpo: Palpitações, ritmo cardíaco acelerado e taquicardia. Sudorose. Tremores. Dificuldade para respirar.
Pensamentos: Acreditam que são inferiores que podem ser agredidas ou envergonhadas no contato com outros. Situações sociais temidas

Como tratar a Fobia Social.

Abandone o perfeccionismo;
Aprenda de uma vez por todas que não é possível fazer tudo da maneira mais perfeita. Encontre seus pontos fortes, seus pontos fracos e abrace ambos com todo o coração.
Aceite o que você pensa para mudar o que você pensa;
O primeiro passo para superar os pensamentos negativos que temos sobre nós mesmos é reconhecer que estamos pensando dessa maneira.
Exponha-se gradualmente;
Um bom exercício para complementar essa mudança de pensamento é se expor pouco a pouco às situações que costumam te deixar tenso. Se você costuma ficar calado em uma reunião, intervenha uma vez. Se você se assusta ao pensar em sair com muitas pessoas, começam a sair com poucos amigos. Assim, gradualmente, você vai se soltando.
Perca o medo de errar;
Muitos dos erros que você pensa serem gigantes costumam passar despercebidos. Ao contrário de você, seus amigos não vão ficar a semana inteira pensando neles.
Sempre é um bom momento para começar;
Não importa se você se acha velho demais ou se acha que as pessoas vão notar que você mudou. Sempre é tempo de recomeçar. Ninguém sabe tudo, ninguém é perfeito e todos nós mudamos muitas vezes ao longo de nossa vida. A vida envolve crescimento, transformação e uma melhoria constante de nós próprios.

A ajuda profissional é necessária quando o sofrimento é  incômodo para a pessoa ou para quem convive com ela ou quando o transtorno começa a prejudicar e limitar a vida em qualquer de suas esferas: familiar, social, profissional e educacional. Caso o problema não seja tratado, as consequências podem ser graves, como depressão, abuso de álcool e uso de drogas. Procure ajuda de profissionais e jamais se automedique. A Fobia Social pode ser tratada e até mesmo curada. Converse com seus familiares e amigos e entre em contato com um profissional. 

Precisa de ajuda? Clique no botão abaixo que entraremos em contato com você. Confira outras matérias em nosso Blog =)

Quero contato =)

Nós ligamos pra você!