(19) 3877-2579 [email protected]

As festas de final de ano, como confraternizações, Natal e Réveillon, são uma grande preocupação na vida dos ex alcoólatras, ex adictos e seus familiares. 

Essa época exige cuidados especiais de dependentes químicos em recuperação – e também de seus familiares. As festas podem aumentar a vulnerabilidade dos pacientes de risco. Um número enorme de recaídas ocorre nos supostos “momentos bons da vida”. Quando a pessoa está numa celebração, festa ou quando recebe uma notícia boa. A oferta do álcool acaba sendo maior e isto cria uma situação de risco.

As recaídas não é somente uma questão de falta de força de vontade. Para evitar esse tipo de situação, separamos 5 dicas que vão te ajudar a contornar esses casos e evitar. Continue a leitura e saiba mais.

1. Evite ter bebidas

Na maior partes da comemorações, existe a presença de álcool. O álcool é um grande aliado para instigar a vontade de usar drogas ou de beber compulsivamente. É quase que impossível evitar o consumo no Natal e Ano Novo, porém, se os familiares e amigos tiverem de acordo e se for possível tente evitar a presença no álcool nas comemorações. Além de evitar a vontade da pessoa, ela também vai se sentir bem importante.

2. Não ofereça nenhum tipo de bebida

Muitos familiares não sabem o perigo que é oferecer “um gole” de álcool a uma pessoa em recuperação. Apenas um pouco de álcool já se torna o bastante para se rende à tentação e a recaída torna-se certa, e todo um trabalho, todo um esforço se vai a uma dose ou num copo de bebida, que para as pessoas em geral é apenas uma dose, mas para o dependente químico é o início de uma série de recaídas ou até mesmo de ser abertura para buscar outras drogas e usá-las por dias ou meses sem conseguir parar. 

As molécula de álcool entra nas papilas gustativas e o cérebro já é alertado. Conforme o álcool começa a circular no organismo, o cérebro vai pedindo cada vez mais, até se tornar uma recaída. Para quem já perdeu o controle antes, é tudo ou nada. Não há momento para parar. O uso exagerado de álcool, faz com que o corpo perca o controle e lembre do prazer das drogas. Por isto é importante que a família do dependente químico esteja alerta e não permita que isso aconteça.

3. Evite consumir perto

É extremamente difícil para quem não pode beber. É preciso conseguir manter o álcool longe dessa pessoa, por isso, evite beber ao lado de quem não pode. O melhor mesmo é evitar lugares com bebidas. O melhor é ficar junto da família, pois estes sabem das dificuldades de cada dependente e seus pontos fracos.

4. Não deixe a pessoa sozinha

Para que o dependente químico não recaia é necessário observar todos os passos de prevenção contra a recaída.  O prazer de usar droga e álcool fica registrado na memória corporal – independentemente de sua vontade. Os lugares, os hábitos, os odores, trazem à tona lembranças da “ativa” e isto pode ser letal para a recuperação. Acompanhe essa pessoa sem demostrar que ela está sendo assistida. Muito cuidado para que ela não faça ingestão de bebidas, por mais difícil que seja.

5. Não faça trocas por bebidas sem álcool

O usuário deve se afastar das situações que provoquem seu desejo. Não é porque a bebida não contém álcool que a pessoa pode tomar. Tome cuidado com essa falsa ilusão. As bebidas sem uso de álcool, lembram muito o sabor das com álcool e isso pode instigar ainda mais a vontade dele voltar a beber. Não ofereça esse tipo de bebida.

6. Incentive 

Use palavras de bom animo e parabenize por ser forte. O incentivo familiar, faz muita diferença. Tenham em mente  que todo dia que um dependente químico fica sóbrio, ser ter nenhuma recaída é extremamente valioso, tanto para o indivíduo quanto para sua família. Porém, se ocorre uma recaída, é muito importante voltar a procurar tratamento e obter o apoio necessário para que isso não aconteça mais.

O tratamento químico é uma etapa importante e delicada, por isso, após ele a família deve dar todo apoio e suporte, principalmente em momento de abstinência e recaídas. Criar estratégias para evitar esse tipo de caso em festas de final de ano é extremante importante na vida dessas pessoas. Fique atento em suas reações e atitudes, por mais que seja evitado as chances em festas aumenta. A família deve ter paciência e perseverança.

Para o sucesso do tratamento contra as drogas, o fundamental a ajuda. É possível evitar as recaídas e nós da Clínica Huxley podemos te ajudar. Continue acompanhando nosso Blog. Até a próxima

Nós ligamos pra você!