(19) 3877-2579 [email protected]

O Crack é uma das drogas mais utilizada no Brasil, seu efeito de duração é curto, porém mais forte que efeito da cocaína.

Diferente de outros tipos de drogas, a dependência já inicia nos primeiros usos da substância, sendo muito difícil de ser suportada, sem nenhum tipo de assistência, seja por parte de uma equipe ou dos familiares.

É recomendado procurar ajuda especializada em clínica logo no começo da adicção. Neste artigo, te explicamos como funciona o tratamento para usuários de Crack.

Identificando possível usuário

Observe os seguintes aspectos:

– Grande perda de peso em um período curto de tempo;
– A pessoa trocar seus hábitos noturnos (troca do dia pela noite);
– Deixa de frequentar trabalho, escola, faculdade ou outras atividades rotineiras;
– Deixa de realizar tarefas domiciliares;
– Abandono de higiene pessoal básica;
– Falta de atenção, comportamentos estranhos, agressividade, mudança na forma como se relaciona com pessoas que conhece a vida inteira, como pais e parentes.

Caso você tenha dificuldade em identificar, entre em contato através de nosso site para orientação e esclarecimento de dúvidas.

Efeitos psicológicos:

Entre os muitos efeitos psicológicos causados pelo crack, podemos citar como principais: alegria, euforia, suprema confiança, perda de apetite, insônia, desejo de consumir mais droga, paranoia enquanto sobre efeito da droga.

O efeito inicial é a liberação de grande quantidade de dopamina substância natural do cérebro que causa euforia e prazer, o problema é que para equilibrar a grande quantidade de dopamina liberada, uma grande quantidade dela é eliminada causando o efeito oposto que pode ser configurada como uma grande depressão

Efeitos Fisiológicos

Em curto prazo: aumento da temperatura corporal, constrição dos vasos sanguíneos, pupilas dilatadas, batimentos cardíacos elevados e pressão arterial elevada.

O uso contínuo de crack pode causar AVC, destruição de neurônios, degeneração dos músculos, morte súbita, comportamento violento e destrutivo até mesmo contra as pessoas mais queridas como pais e familiares.

Tratamento

O primeiro passo para o tratamento de um usuário de crack é o reconhecimento do problema. A família deve ajudar muito nessa etapa.
O tratamento mais indicado para o usuário de crack é em clínica especializada com equipe multidisciplinar motivada constituída por médicos, psicólogos, educadores, terapeutas, especialistas em dependência química. Nestas condições as chances de tratamento e sobrevivência são muito maiores.

É possível o usuário conseguir cessar o uso da droga por conta própria, porém a chance é muito remota, além dos riscos de morte.

Os passos para o tratamento de um usuário de crack é parecido com os de outras drogas, porém, por ser uma droga psicoativa de ação estimulante do sistema nervoso central, necessita de alguns cuidados especiais.

Na Clínica Huxley realiza os exames laboratoriais antes mesmo de definir qual o tipo de internação, entre eles, exames de sangue e urina e outros fluidos corporais, avaliação da parte elétrica do cérebro, que são os encefalograma cerebral e mapeamento cerebral para analisar alterações as tendências de convulsão e disritmia cerebral. Realizamos também a avaliação na parte funcional do cérebro, que é o exame neuropsicológico. Se esses exames mostrarem alterações, realizamos avaliações radiologia como radiografia e ressonância magnética, principalmente o exame spect (tomografia por emissão de pósitrons) que é muito útil para saber qual a situação do usuário.

Após os exames do centro diagnostico, avaliamos se o caso clínico é apenas o uso de drogas ou não. Em média, 90% dos casos existem mais problemas relacionados que chamamos de comorbilidade. Um exemplo de comorbilidade nesse caso, seria o uso de drogas com outras doenças como a depressão. Nós buscamos primeiro analisar toda a saúde do usuário seja mental e físico para designar o tratamento correto e adequado, principalmente em casos de usuário de crack.

O segundo passo é iniciar os tratamento começando pela desintoxicação. O uso do crack e outras drogas têm efeitos bastante negativos para a saúde e o bem-estar pessoal. E, quando esse tipo de substância química é utilizado de modo excessivo, esse fato pode se tornar ainda mais grave, podendo levar até mesmo a uma overdose e a morte.

Seguindo o tratamento, pode ser feito uso de medicações. As medicações são indicadas e dosadas por profissionais e médicos. Cada tratamento é utilizado um método de medicações diferente, como o plano de tratamento também. O tempo de internação e o que deverá ser feito dentro desse processo, será designado pela análise dos exames e quadro clínico do paciente.

Quer saber mais sobre o uso de substâncias químicas e seus tratamento? Continue lendo as matérias de nosso Blog. Clique no botão abaixo e entre em contato com um de nossos terapeutas. Nós podemos te ajudar!


Nós ligamos pra você!