O ecstasy, também conhecido como a “Droga do amor” é uma droga ilegal muito usada por alguns jovens. Mas é diferente de outras drogas como a marijuana, a heroína ou a cocaína, porque não é proveniente de uma planta; é uma droga sintética fabricada ilegalmente a partir de diferentes produtos químicos.

O que é o ecstasy?

Embora os ingredientes variem, é geralmente feito de produtos químicos semelhante a duas outras drogas, como a Anfetaminas que é um estimulante que aumenta a energia e ajuda as pessoas a manterem-se acordadas e os alucinógenos que permite ver ou ouvir coisas que não existem, ou distorcer o que se vê ou se ouve. É normalmente tomado por via oral na forma de um pequeno comprimido, com logo de alguma marca famosa, formas de personagens ou coração e cores variadas. A droga ainda pode ser injetada.

Os efeitos variam de acordo dos ingredientes misturados e em sua maioria causa prazer, excitação, euforia, alegria, confiança em excesso e muito afetou. Porém, pode ter sérios efeitos colaterais como ansiedade, paranoias e alucinações, tristeza e pânico.

Ecstasy em festas

O ecstasy  não vem de tráficos: na maioria das vezes, é feito dentro de algumas festas mesmo. Principalmente em baladas de músicas eletrônicas com raves. O maior perigo está na sensação que a droga permite sentir, ”prazer e bem-estar”, a alegria e energia que o corpo passa. E está muito errado quem pensa que é uma “droga de final de semana” e que não vicia, ao contrário disso, vicia sim!

Por ser sintética e feita com anfetamina, é uma forte estimulante do nervo central do corpo, sendo assim, faz com que a pessoa fique acordado e agitado por mais tempo, fazendo com que o corpo consiga executar por mais tempos muitas atividades fora do comum, o que quando o efeito acaba, sinta uma cansaço excessivo. Quando usada novamente, a energia vem em menor quantidade, e a pessoa toma cada vez doses maiores para ter as mesmas sensações. Quando menos imaginar, a pessoa já se tornou dependente.

Se trata de uma droga muito prejudicial a saúde por ser tratada também como algo comum entre muitas pessoas. Existem diversos efeitos colaterais do ecstasy, até mesmo fatais. E isso não é difícil ja que a droga tem como efeito colateral como o aumento da temperatura do corpo, podendo causar convulsões e levar o usuário até a morte. Para saciar a sede, a pessoa abusa da água. Porém, com o alto consumo de água o usuário não vai conseguir controlar a urina e se não beber muita água, pode sofrer de desidratação.Como a droga faz parte do grupo das anfetaminas, os efeitos deste também servem para o Ecstasy, como sérios danos no fígado, coração, cérebro e degeneração dos neurônios, além da possibilidade de aparecer sintomas psíquicos como paranóia, agressividade, ansiedade fóbica, insônia, etc. Depressão e perda de memória são outros efeitos colaterais. Ou seja, por se tratar de uma droga química, ou seja, produzida em laboratório, os efeitos dessa e de tantas outras drogas podem não ser tão agradáveis assim como muitas pessoas acham.

Não se iluda com prazeres passageiros que as drogas, principalmente alucinógenos trazem! Pode se tornar sérios problemas, com danos irrecuperáveis. O tratamento do extenso deve ser feito em um clinica especializada, com ajuda de profissionais e com o apoio de famílias e amigos.

A Clínica Huxley

Uma das maiores e mais completa Clínica de Reabilitação para Dependência Química, possuímos os equipamentos de alta tecnologia, certificações e um quadro de profissionais experientes e preparados para ajudar na recuperação de nossos pacientes.

Ficou alguma dúvida que possamos te ajudar ? Deixa nos comentários. Não deixe de ler outra antigos em nosso Blog. Até a próxima.

 

Nós ligamos pra você!