(19) 3877-2579 [email protected]
Escolha uma Página

A música pode ser uma boa aliada no tratamento de doenças psiquiátricas, como por exemplo a depressão. Estudos realizados pela Universidade do Sul da Flórida e recentemente publicada na revista Emotion, pessoas com depressão ouvem música triste, porque isso as faz sentirem melhores. Para a pesquisa, foram ouvidas 76 alunas da graduação (metade delas diagnosticadas com depressão), os cientistas descobriram que os participantes com depressão preferiam ouvir músicas tristes do que canções “para cima”. Isso desafia a suposição de que pessoas tristes ouvem música triste para se sentirem piores, quando, na verdade, pode ser um mecanismo de enfrentamento. Mais na verdade a música tem o poder de  transformar o humor. Às vezes, sem nem perceber você escuta uma música e de repente se pega sorrindo sem motivo algum. Mas o problema mesmo são as músicas que causam o efeito contrário. Não importa se você está no maior alto astral, é só ouvir aquela música e a deprê já toma conta na hora, se já estiver pra baixo então, já era! Vai passar o dia inteiro deprimido.

Nesse artigo, separamos 5 músicas que contam uma história e que vai ajudar você a enfrentar episódios de depressão e aliviar as piores sensações. Confira:

Playlist de músicas que vão te ajudar a sair da depressão:

1- TIAGO IORC – Dia Especial

2- Banda do Mar – Me Sinto Ótima

3- Kell Smith – Viajar É Preciso

4- Vintage Culture, KVSH, Breno Miranda – Cante por Nós

5- Vitor Kley – O Sol 

6- Aline Barros – Recomeçar

7- Quando o Mundo Cai ao meu Redor – Juliano Son

Músicas e Histórias de pessoas que passaram por depressão

  • “Someone Like You”, Adele: se o estopim dos seus episódios de depressão foi um término de relacionamento, sugerimos ouvir essa música da Adele. Ela nasceu de uma história real que a cantora viveu, o fim de um relacionamento que a deixou sem chão, pois o rapaz era considerado o amor de sua vida.

Isso mostra o quão podemos ficar abalados, mas a superação sempre estará em nosso caminho. Essa música, ainda, foi comprovada cientificamente que reduz 65% da ansiedade e do estresse. Então, além de ser um exemplo de superação da mágoa (afinal, virou arte), ela relaxa.

  • “Adam’s Song”, Blink-182: são incontáveis as vezes em que quisemos ficar sozinhos dentro do nosso quarto. Isso, principalmente, acontece bastante dentre os adolescentes, mas os adultos nem os idosos estão livres de se sentir assim.

Essa canção do Blink-182 é sobre isso, sobre querer fugir do mundo e se trancar no quarto, se afastar de todas as pessoas e de todas as nossas tarefas, simplesmente nos reservar um momento para nós mesmos.

Contudo, isso não pode ser considerado o fim de tudo. Precisamos nos erguer, abrir as janelas para o sol entrar em nós, abrir a porta para que nossa família consiga nos dar o suporte necessário. Essa música é sobre superar esses episódios em que tudo parece não ter mais cor e em que a dor parece não ter fim.

  • “Empty” e “Salvation “, The Cramberries: você já se sentiu vazio, sem rumo, perdido, sem saber por onde começar, como chegar ao destino certo ou até mesmo sem saber qual é o destino certo? Essa música expressa bem esse sentimento de vazio.

Contudo, há uma esperança, como canta Dolores. Ela pede para que rezem por ela e para que a ajudem a encontrar a força de que ela precisa. Imagine como se você tivesse no fundo de um poço e precisasse sair dele. Você vai precisar da ajuda de outras pessoas, dos amigos, da família, dos companheiros… eles são a sua corda, mas você precisa estender a mão para pegá-la.

Nesse momento, ela chega à Salvação (tradução para “Salvation”). Ela canta que a salvação é liberdade e canta essa música para todos que tiveram problemas com drogas na adolescência, que tiveram pais que não dormiram de preocupação. Todos superaram os piores momentos e estão salvos, livres.

  • “Fade to Black”, Metallica: uma depressão grave pode levar a pensamentos de morte e suicídio. A doença foi vivida pelo vocalista do Metallica, James Hetfield. Ele vivia em um lar desajustado, teve de lidar com uma mãe fanática e um pai alcoólatra.

Nesse processo de amar a música e querer ser músico, ele escrevia algumas letras e uma dessas letras é essa, “Fade to Black”. Ela conta a história de alguém que não consegue ver seu sofrimento acabar e acredita que a morte é a única solução.

É importante pensar na letra da canção como uma forma que James encontrou para superar seus próprios problemas e conseguir seguir adiante, formando a banda e se tornando um dos músicos mais respeitados da cena Rock’n Roll.

“Fade to Black” ainda começa lenta para crescer no fim, o que mostra um momento de redenção do cantor, da banda e de todos aqueles que ouviram a música. É importante dizer que muitos fãs do Metallica viram a música como uma forma de superação dos próprios medos e uma forma de evitar esse fim trágico.

  • “Tears in Heaven”, Eric Clapton: será que existe maior dor que perder um filho quando ele ainda é criança? O músico Eric Clapton nos mostra que não existe.

Ele compôs essa canção quando seu filho, que tinha por volta de quatro anos, caiu da janela do apartamento em que eles moravam. Ele se pergunta na canção se o filho saberia seu nome ou continuaria o mesmo se ele, o pai, o visse no paraíso?

Essa canção é um grande exemplo que como superar uma perda e de como, ao torna-la Universal, muitas pessoas podem se identificar e superar junto a mesma dor.

  • “Fighter”, Christina Aguilera: Christina Aguilera passou por maus momentos na indústria da música. Viu seu nome envolvido em fofocas, em disputas pelo espaço ao lado da outra grande artista pop do seu tempo, Britney Spears, viu as expectativas sobre ela crescerem cada vez mais, até que ela decidiu mudar um pouco o tom de suas canções e lançou essa.

“Fighter” nos mostra como superar todas aquelas vozes que diziam que não íamos conseguir, que éramos insuficientes, que não éramos bons o bastante. Mas, você acha que ela guardou ressentimento? Não, ela agradece, pois cada uma dessas palavras fez dela mais forte, mais inteligente e mais sábia, além de ter feito com que ela trabalhasse mais, lutasse mais e aprendesse mais.

O que estamos esperando, então, para agradecer àqueles que nos colocaram obstáculos mais altos? Só por causa dessas pessoas conseguimos superar desafios ainda maiores.

  • “Titanium”, Sia: a Sia é uma cantora australiana que começou a enfrentar problemas com alcoolismo logo no começo da carreira. Depois, desenvolveu uma depressão que a fez se trancar em um quarto de hotel com um simples objetivo: não viver mais.

Ela sempre usou a música como uma forma de aliviar seu coração e de ser entendida pelo mundo, tanto que ela escreveu “Breathe Me” no momento em que esses distúrbios mentais ficavam mais graves.

Depois de desistir acabar com a própria vida, ela buscou um grupo e apoio e escreveu “Titanium” como uma forma de mostrar de que forma estava superando a doença.

Titânio é um metal que tem grande durabilidade e, como ela canta, qualquer um pode tentar atingi-la, mas ela é feita de titânio, então nada vai abalar.

  • “Mais uma vez”, Renato Russo: essa canção é um manifesto de esperança do cantor, que a escreveu juntamente com Flavio Venturini em 1987. Ela pode ser um raio de sol em um dia nublado ou aquela ligação que você tanto aguarda.

Ela é o exemplo perfeito de como temos de lidar com as coisas, de que não importa que hoje as coisas estejam ruins, amanhã elas podem melhorar, pois “é claro que o sol vai voltar amanhã, mais uma vez”.

Há um trecho realmente impactante e poderoso:

Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena acreditar no sonho que se tem, ou que seus planos nunca vão dar certo ou que você nunca vai ser alguém. Tem gente que machuca os outros, tem gente que não sabe amar, mas um dia a gente aprende. Se você quiser alguém em quem confiar, confie em si mesmo, quem acredita sempre alcança.

Devemos sim acreditar que o sol vai brilhar e que nossos sonhos serão realizados em sua plenitude, nada pode ser diferente disso.

  • “Only Time”, Enya: chegou o momento de relaxar. Feche os olhos e ouça a delicadeza da voz da Enya enquanto ela nos diz que só o tempo sabe as respostas para todas as nossas perguntas.

Quando nos perguntamos para onde vão nossos dias ou para onde leva essa estrada que percorremos todos os dias, se todo o esforço que faremos nos levará às conquistas desejadas, ou queremos saber se o amor que escolhemos para nós é o mesmo que está reservado para nós, a Enya nos responde que só o tempo tem a resposta.

E é esse o espirito. Muitas vezes, queremos já o resultado, muitas vezes, deixamos a paciência de lado e agimos por impulso. Tudo isso acontece porque não deixamos o tempo agir e nos trazer aquilo que mais queremos.

Então, podemos ouvir Enya enquanto relaxamos e deixamos o Tempo ser o Senhor da Razão e da Sabedoria.

  • “Paradise”, Coldplay: essa canção da banda Coldplay é sobre não deixar nossos sonhos morrerem. Ela conta a história de uma garota que tinha muitas expectativas, mas que se via entrando em uma vida cada vez mais pesada, que corta asas que nos fazem voar.

Mas ela nunca deixou de sonhar com o paraíso, ao qual se refere o título da canção, sempre que fechava os olhos.

Além disso, ela nunca deixou de acreditar que, quando nasce um dia, devemos celebrar o fato de que estamos vivos, que o sol vai brilhar e que talvez paraíso não esteja nos sonhos ou em um futuro distante, mas sim aqui, nesse momento.

O paraíso pode ser o que vivemos agora!

Gostou de nossas dicas? Deixe seu comentário. Até mais!

5 2 votes
Article Rating